ff

PassoFundo.Net - blog@passofundo.net
sábado, 31 de março de 2012
Nova fábrica de guindastes deve gerar até 1,4 mil postos até 2017 e reforçar setor metal-mecânico no RS

Produção começa em abril e algumas unidades já estão comercializadas
 
Foi inaugurada, neste sábado, a fábrica de guindastes da empresa norte-americana Manitowoc em Passo Fundo. Primeira unidade industrial da empresa na América Latina, a fábrica recebeu um investimento de R$ 75 milhões e deverá gerar até 1,4 mil empregos diretos e indiretos até 2017.
 
A cerimônia teve a presença do governador Tarso Genro, do presidente da Câmara dos Deputados, Marco Maia, do diretor- presidente Manitowoc Brasil, Mauro Nunes e do presidente mundial da empresa, Glen Tellock. Antes de descerrar a fita inaugural, os convidados visitaram as instalações da fábrica.
 
Na largada, a unidade terá 55 funcionários, 95% deles gaúchos. Somente neste ano, serão contratados mais 40 trabalhadores. O reforço na mão de obra garantirá a produção de 44 guindastes em 2012. A montagem começa em 16 de abril e as primeiras unidades serão entregues em junho. Algumas unidades já estão comercializadas com um empresa brasileira, cujo nome não foi divulgado.
 
Em Passo Fundo, a empresa produzirá neste ano o guindaste RT 540, adaptado a terrenos acidentados e capaz de içar cargas de 40 a 90 toneladas. Em média, os guindastes custarão entre R$ 500 e R$ 2,3 milhões. Em abril de 2013, começará a ser produzida uma grua com capacidade de 80 a 120 toneladas. Hoje, o guindaste é importado dos EUA e a grua, da China.
 
— Queremos que a fábrica tenha capacidade, no futuro, de produzir um guindaste por dia. Entre os fatores que pesaram para a escolha de Passo Fundo, estão os incentivos do governo, a força do setor metal-mecânico da região e a capacidade de formação de mão de obra — afirmou Tellock.
 
Técnicos virão dos Estados Unidos nas próximas semanas para auxiliar e capacitar os funcionários. A Manitowoc também busca firmar parcerias com fornecedores de qualidade para nacionalizar 70% da produção em três anos. Em 2013, a meta é exportar até 20% dos 100 guindastes previstos.
 
— O Estado quer empresas como essa, que se integram e fortalecem a base produtiva e a indústria gaúcha — afirmou o governador Tarso Genro.

Postado por WM Internet as 18:11 e tem 0 comentarios
0 Comments:

Postar um comentário

Voltar ao blog



 
 

Últimos Posts

Manitowoc freta avião para trazer convidados
Passagem de ônibus: Prefeitura não estipula prazo ...
8° Festival de Verão de Cinema Internacional tem s...
Jovem mata pai a facadas ao defender mãe e irmão
Passo Fundo receberá vistoria da FIFA
Três contêineres usados para a coleta de lixo são ...
1º Seminário Nacional de Inclusão Digital
Pai e filho são mortos a tiros após briga de trâns...
Público se emociona com o melhor Carnaval de Rua d...
Manitowoc inaugura planta em Passo Fundo em março....

Arquivos

Dezembro 2010 Janeiro 2011 Março 2011 Abril 2011 Maio 2011 Junho 2011 Julho 2011 Agosto 2011 Setembro 2011 Outubro 2011 Novembro 2011 Dezembro 2011 Janeiro 2012 Fevereiro 2012 Março 2012 Abril 2012 Maio 2012 Junho 2012 Julho 2012 Agosto 2012 Setembro 2012 Outubro 2012 Novembro 2012 Dezembro 2012 Janeiro 2013 Fevereiro 2013 Março 2013 Abril 2013 Maio 2013 Junho 2013 Julho 2013 Agosto 2013 Setembro 2013 Outubro 2013 Novembro 2013 Dezembro 2013 Janeiro 2014 Fevereiro 2014 Abril 2014 Maio 2014 Julho 2014 Agosto 2014 Novembro 2014 Janeiro 2015 Agosto 2015 Outubro 2015

 

 

WM INTERNET