ff

PassoFundo.Net - blog@passofundo.net
sexta-feira, 25 de março de 2011
Milhares de garrafas pet são encontradas boiando no Rio Passo Fundo

Na manhã de ontem, técnicos da Secretaria de Meio Ambiente e soldados da 1° Companhia Ambiental da Brigada Militar estiverem vistoriando a área localizada a cerca de 200 metros da ponte da BR 285, no limite com a zona rural. Ainda na quarta-feira, após uma denúncia feita por um ouvinte, na Uirapuru, amostras da água haviam sido coletadas para análise na UPF. Ontem, ao percorrer alguns metros, mata a dentro, os técnicos e policiais do Pelotão Ambiental se depararam com uma cena lastimável: milhares de garrafas, pedaços de isopor, entre outros dejetos produzidos na cidade, cobriam boa parte do Rio Passo Fundo, que dá nome a cidade.

A reportagem Uirapuru ouviu a dona de casa Eva Ferreira Martins. Segundo ela, o mau cheiro é insuportável, principalmente nas horas de refeição. Disse que se vê obrigada a fechar toda a casa, para amenizar o odor. Já à noite, na hora de dormir, disse que precisa tapar o rosto com o lençol. Após uma rápida pesquisa no site Google Mapas, via Internet, é possível visualizar manchas brancas entre a mata e o rio. Conforme o Comandante do 3° Batalhão Ambiental, Major Eliel de Souza Roque, estas manchas são garrafas e lixo acumulados em, pelo menos três pontos. Segundo ele, nos locais em que a vegetação é mais fechada e com as curvas do rio, estes materiais acabam formando barreiras e dificultando o percurso das águas. Afirma o Comandante, que este lixo é jogado pela própria população.


O Capitão Eliel diz que para sanar este tipo de problema é necessário haver uma conscientização da população. Informou ainda, que, pelas vistorias iniciais, se constata que a poluição não é oriunda de materiais químicos ou dejetos de empresas, mas sim, por produtos orgânicos, largados indiscriminadamente no rio. Conforme o Coordenador de Licenciamento e Fiscalização Ambiental da Secretaria do Meio Ambiente, Glauco Polita, a atual situação ocorre por diversos fatores. Explicou que com a baixa no volume de chuvas, o nível do rio baixou bastante, por conseqüência, mais de 70% do esgoto cloacal da cidade é lançado nas águas sem nenhum tipo de tratamento.

Já sobre as garrafas pet, diz que elas são jogadas desde a área urbana e acabam represando áreas verdes. Quanto ao mau cheiro, Polita disse que este tipo de material, após um determinado tempo começa fermentar, causando gases na água e, assim, produzindo um cheiro insuportável. Para finalizar, acrescentou que o município já está tomando as devidas providencias para fazer a retirada desse material.

Fonte: Jornalismo Rádio Uirapuru

Postado por WM Internet as 09:48 e tem 0 comentarios
0 Comments:

Postar um comentário

Voltar ao blog



 
 

Últimos Posts

Três pessoas morreram em acidentes, nas últimas ho...
Os números da Internet impressionam
Bela iniciativa: Placas com horários dos ônibus se...
Triste estatística: Passo Fundo entre as dez cidad...
Iniciam preparativos para o Rodeio de Passo Fundo
Peixes são encontrados mortos em Constantina
Menino atacado por porco no RS estaria brincando c...
Tropeada dos Fuscas
Não há casos confirmados de leptospirose
Porco ataca menino de quatro anos no interior de E...

Arquivos

Dezembro 2010 Janeiro 2011 Março 2011 Abril 2011 Maio 2011 Junho 2011 Julho 2011 Agosto 2011 Setembro 2011 Outubro 2011 Novembro 2011 Dezembro 2011 Janeiro 2012 Fevereiro 2012 Março 2012 Abril 2012 Maio 2012 Junho 2012 Julho 2012 Agosto 2012 Setembro 2012 Outubro 2012 Novembro 2012 Dezembro 2012 Janeiro 2013 Fevereiro 2013 Março 2013 Abril 2013 Maio 2013 Junho 2013 Julho 2013 Agosto 2013 Setembro 2013 Outubro 2013 Novembro 2013 Dezembro 2013 Janeiro 2014 Fevereiro 2014 Abril 2014 Maio 2014 Julho 2014 Agosto 2014 Novembro 2014 Janeiro 2015 Agosto 2015 Outubro 2015

 

 

WM INTERNET